22 de dez de 2012

Entre perguntas : Tenho Vergonha do meu cabelo


Hoje resolvi fazer mais um post sobre cabelo.Mas esse não é para você aprender com hidratar qual creme ideal etc ,etc... Hoje resolvi falar de um assunto onde muitas meninas enfrentam , e eu também passava por isso .Quem já não viu uma menina linda com um cabelo lindo , liso e brilhante . Todas nós meninas temos o sonho de ter o cabelo liso ( a maioria ), mas nem sempre isso ocorre na nossa genética e ,temos cabelos enrolados , quebrados,secos,e crespos.E com isso quando estamos em algum lugar e vemos um monte de meninas com cabelo liso ou escovado, nós sentimos inferiores . Posso falar isto porque já passei por isso e sei que não é legal , agente se sente como se fosse inferior .   Isso as vezes é caso serio , e pode desencadear uma depressão , apenas por a meninas não ter auto-estima, não basta você usar uma química para seu cabelo ficar liso e depois nascer outro e você fazer outra química  “Quanta mudança alcança nosso ser, posso ser assim, daqui a pouco não....” diz uma música, tudo bem nós devemos nós sentir bonitas , mas também precisamos ter autoestima com oque temos .Conheço varias meninas que tem o cabelo liso , e me falam que o sonho delas é ter o cabelo cacheado ,porque o cabelo não segura cacho e fica aquela coisa escorrida.Eu mesma meu cabelo é enrolado , minha raiz é liza e as pontas são bem enroladinhas , e eu uso ele e escovo apenas a franja ,(e as vezes escovo ele todo) e me sinto bonita assim .
 Oque vale é você se sentir bonita do jeito que você é mas ,nem sempre , isso acontece , uma menina moreninha bem linda ela pode cair muito bem com uma cabelo black power , e com o cabelo liso não. É logico que temos que mudar para melhor mas , não é porque todas as meninas da festa ou todas as meninas da classe gostem de cabelo liso , que  tem que gostar , você é diferente e por isso não se iguala as outras e cada uma tem sua beleza .E quem seja tem que gostar de você do seu jeito e não que você mude para ser igual as outras.

                                                                                                                        ThaysaR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário